essa não é mais uma carta de amor, são pensamentos soltos traduzidos em palavras, pra que você possa entender o que eu também não entendo...♪

Obrigada a todos! Desde 13/03/2011

quarta-feira, 30 de março de 2011

Já não sou o mesmo, como você também não é. Endureci um pouco, desacreditei muito das coisas, sobretudo das pessoas e suas boas intenções. /CaioF.
Já não sou o mesmo, como você também não é. Endureci um pouco, desacreditei muito das coisas, sobretudo das pessoas e suas boas intenções.
(Caio F. de Abreu)


Nenhum comentário:

Postar um comentário